Notícias

Acusado de assédio, governador de Nova York pede renúncia

Acusado de assédio sexual, o governador de Nova York, Andrew Cuomo, anunciou nesta terça-feira (10) que vai deixar o cargo. O governador norte-americano foi acusado de assédio sexual e conduta imprópria por 11 mulheres, em uma investigação que foi conduzida pela procuradoria-geral de NY.

Em pronunciamento ao vivo, Cuomo negou intenção sexual em suas condutas, mas assumiu a responsabilidade das denúncias.

Em um desses casos, Cuomo foi acusado de apalpar os seios de uma funcionária na residência oficial. Sem nome identificado, essa funcionária trabalhou como assistente executiva do governador. Essa foi a mais grave das acusações de assédio sexual enfrentadas por Cuomo, cuja carreira política antes ascendente como parte de uma das famílias mais poderosas do Partido Democrata do país entrou em colapso.

Agora, Cuomo será substituído pela vice-governadora, Kathy Hochul, em uma transição que deve durar 14 dias. (Isto é)

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo