Política

Com 10,7% das intenções de voto, Moro vira maior rival de Lula e Bolsonaro

O ex-juiz Sergio Moro (Podemos) aparece com percentuais que variam em torno de 11% em quatro cenários para eleição presidencial de 2022 levantados pelo instituto Paraná Pesquisas entre os dias 16 e 19 de novembro.

Com esses percentuais, ele aparece à frente do ex-governador Ciro Gomes (PDT), que tem cerca de 6% das intenções de voto em todas as simulações. Até a entrada do ex-juiz na disputa, em 10 de novembro, quando filiou-se ao Podemos, o pedetista era quem aparecia logo atrás dos líderes Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (sem partido).

No principal cenário, Lula lidera com 34,9% das intenções de voto, seguido por Bolsonaro (29,2%), Moro (10,7%) e Ciro (6,1%). Na sequência, aparecem o tucano João Doria (3,1%), o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta, do DEM (1,2%) e o senadores Simone Tebet, do MDB (0,6%), Alessandro Vieira, do Cidadania (0,4%), e Rodrigo Pacheco, do PSD (0,4%). Nesta situação, 9,9% dizem que não votarão em nenhum, em branco ou nulo. Outros 3,5% não souberam ou não quiseram responder.

No segundo cenário, com o governador gaúcho Eduardo Leite no lugar de Doria, a situação não muda muito – exceto que piora o desempenho do candidato do PSDB: Lula (35,1%), Bolsonaro (29,8%), Ciro (6,1%), Leite (1,6%), Mandetta (1,4%), Tebet (0,5%), Vieira (0,4%) e Pacheco (0,3%). Entre os entrevistados, 10,2% disseram que votariam em branco, nulo ou nenhum e 3,4% afirmaram que não sabem em quem irão votar ou não responderam.

Outro ponto positivo para Moro levantado pela pesquisa foi em relação às características que os entrevistados gostariam de ver no próximo presidente: 38,1% responderam “honestidade” – como juiz da Lava Jato, Moro se destacou como um símbolo do combate à corrupção. Em seguida, aparecem “competência” (18,4%), “ser próximo do povo” (16,0%), “todas as opções (6,9%), “ter experiência política” (6,6%), “pulso firme” (4,5%), “ser novo na política” (1,6%) e o “partido político” ao qual pertence (0,8%).

Segundo turno

Nas duas simulações de segundo turno, Lula venceria tanto Bolsonaro (42,5% a 35,6%) quanto Moro (40,7% a 29,8%).

A pesquisa ouviu 2.020 eleitores em 164 municípios de todos os estados e no Distrito Federal por meio de entrevistas presenciais. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. (VEJA)

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo