Política

“Eu não vou ser candidato ano que vem”, crava Rui Costa

Durante discurso nesta quinta-feira (4) em evento na cidade de Jaguarari, interior da Bahia, o governador Rui Costa (PT) revelou que não será candidato em 2022.

Sucessor de Jaques Wagner (PT), Rui é cotado para tentar uma cadeira no Senado, o que faria com que deixasse o cargo antes do fim do mandato, abrindo espaço para que o seu vice João Leão (PP) assumisse o Palácio de Ondina na reta final.

“Espero que o povo nessa região saiba, ano que vem, separar o ‘joio do trigo’. Eu não vou ser candidato ano que vem, mas vou rodar essa Bahia inteira, pedindo a meu povo. É revoltante ver o que fazem com o povo pobre no país. É revoltante ver deputado eleito com voto da população, votando contra a Bahia, contra os baianos”, declarou o petista, prometendo empenho na articulação de candidaturas ao Legislativo.

Rui também subiu o tom e manifestou a sua revolta com parlamentares que votaram a favor da PEC dos Precatórios.

O aumento da bancada do PT é uma cobrança do ex-presidente Lula, que também já sinalizou o seu desejo de ter Rui Costa em sua equipe ministerial, caso seja eleito novamente.

“Vou rodar a Bahia, pedindo voto para você, Joseph [Bandeira, ex-prefeito de Juazeiro], para Josias [Gomes], para todo mundo que estiver ao lado de Luís Inácio Lula da Silva. Chega de deputado traíra, chega de gente que maltrata o nosso povo, vem aqui com conversa mole e enrola. O povo brasileiro não aguenta mais”, disparou.

Classificação Indicativa: Livre

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo