Crime

Justiça recebe denúncia do MP contra delegada suspeita de coordenar quadrilha criminosa

A Justiça recebeu, nesta quinta-feira (5), a denúncia apresentada pelo Ministério Público da Bahia (MP-Ba) contra a delegada da Polícia Civil Maria Selma Pereira Lima e outros três integrantes de um suposto grupo criminoso especializado em delitos de roubos de carro.

A ação, parte da Operação Dublê, deflagrada no dia 7 de julho, denunciou a delegada, já afastada do cargo, pela prática dos crimes de falsificação de documento público, falsidade ideológica, uso de documento falso, denunciação caluniosa e fraude processual.

No início de julho, o MP requereu a prisão preventiva da delegada, que coordenava as atividades ilícitas. Segundo a denúncia, a delegada se utilizava das prerrogativas do cargo e da influência que gozava na Polícia Civil para garantir a impunidade do grupo criminoso e facilitar a execução e proveito dos crimes. O documento ainda aponta a falsificação de documentos para a devolução ilegal de carros clonados apreendidos e a introdução de uma pessoa ligada à quadrilha na Polícia, como se fosse policial.

Um dos cúmplices dos crimes, Pedro Ivan Matos Damasceno, foi também denunciado pelo MP pelos crimes de furto qualificado, falsificação de documento público, falsidade ideológica, uso de documento falso, adulteração de sinal identificador de veículo automotor, corrupção ativa, denunciação caluniosa e posse ilegal de arma de fogo. O outro integrante do grupo, Carlos Antônio Franco Assis, foi apontado pelos crimes de furto qualificado e denunciação caluniosa; e Claudio Marco Veloso Silva pelo crime de usurpação de função pública. (Metro1)

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo