Notícias

Mesmo cego, cachorro vítima de maus-tratos ganha nova vida após resgate

Por viver em condições degradantes no Jardim Ingá, município de Luziânia, em Goiás, um cachorro da raça pit-bull ficou cego.  Após resgate realizado por defensores de animais em agosto deste ano, o animal ainda ficou internado por 30 dias.

Alex – nome com o qual foi rebatizado- apresentava infecção nos olhos e na pele, desidratação e caquexia – perda de tecido adiposo e músculo ósseo. Segundo a advogada do Projeto Adoção São Francisco, Ana Paula de Vasconcelos, o abandono foi determinante para a perda da visão.

“Alex sofre de uma doença que demanda tratamento, mas, por negligência, não foi tratado corretamente. Nesse período de total abandono, perdeu a visão e passou a ser comido vivo por bichos. Ele parecia um cadáver. Nada justifica uma situação como aquela”, assinalou Ana Paula.

O cachorro agora vive em lar temporário em Brasília. Engordou e recuperou o brilho do pelo. Ele ainda não recebeu alta, e deve retornar ao veterinário para reavaliação ainda em outubro.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo