Notícias

PF e Ministério Público escondem nome da Lava Jato em novas fases da operação

Pela primeira vez, em mais de sete anos, as autoridades do Paraná deflagaram na última semana mandados de busca e apreensão ligados ao esquema de corrupção na Petrobras, mas não a chamaram nem de “fase” nem de “Lava Jato”. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Em nota divulgada à imprensa, a Polícia Federal afirma que a operação deflagrada na quinta-feira (21/10) se chama Operação Laissez Faire, Laissez Passer e foram cumpridos  “em Niterói/RJ dois mandados de busca e apreensão expedidos pela 13ª Vara da Justiça Federal em Curitiba/PR no bojo do complexo de investigações que apuram crimes contra a Petrobras.”

Os documentos da operação, porém, mencionam claramente que a Laissez Faire, Laissez Passer é a “OP. LJ. 82”, ou seja, a 82ª fase da Operação Lava Jato. Já os documentos do Ministério Público Federal apontaram que quem trabalhava naquele caso era o “grupo de trabalho da Lava Jato”.

A Procuradoria no Paraná atribui a nova nomenclatura a critérios de ligação com o núcleo originalmente alvo da operação – diferenciação que não existia anteriormente. (Metro1)

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo