Crime

PM aposentado é preso por agiotagem em Amargosa

Na manhã desta quarta-feira (27/10/2021), a Polícia Civil de Amargosa deflagrou a Operação “LEVANTE”, cumprindo mandados de prisão e busca e apreensão com o objetivo de combater crimes como homicídio, tráfico, extorsão, agiotagem, entre outros, praticados na cidade.

Com o apoio da Coordenação de Apoio Técnico à Investigação (CATI-Depin) da 4ª Coordenadoria de Polícia Civil da Bahia, foram realizadas diligências com o objetivo de cumprir dois mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva pelo crime de homicídio. Os mandados foram emitidos pela vara criminal desta cidade após representação do delegado de polícia Marcos Maia, fruto das investigações a respeito dos últimos homicídios ocorridos na cidade, além de outros crimes.

Em um dos mandados de busca e apreensão cumpridos, com a presença de representantes da Polícia Militar da Bahia, foi preso em flagrante um sargento da polícia militar, que atualmente está aposentado na reserva remunerada.  O investigado é suspeito de praticar “agiotagem”, prática de emprestar dinheiro a juros abusivos e exorbitantes. Em seu imóvel foi encontrado o cartão bancário de uma vítima, que estava retido em seu poder, anexado a senha pessoal.

Segundo as investigações, a vítima, que possui um filho com necessidades especiais, recebe um benefício do tipo BPC (Benefício de Prestação Continuada) no valor de um (01) salário mínimo, porém há anos recebia em mãos apenas parte desse valor, que era sacado pelo investigado. De acordo com a vítima, o montante pago ao investigado até o momento estava em aproximadamente R$ 20.000,00 (vinte mil reais), sendo que o valor original da dívida que foi tomado pela vítima foi de R$ 3.000,00 (três mil reais).

Também foram encontrados no imóvel talões de promissórias em branco, além de promissórias preenchidas e assinadas por outras pessoas, um caderno com diversas anotações de nomes e pessoas que realizavam as operações ilegais com o investigado. No local também foi apreendida uma arma de fogo do tipo revólver, calibre 38”, com seis (06) munições intactas, sem registro em nome do investigado. Todo o material recolhido e o investigado foram conduzidos a Delegacia da Polícia Civil.

O investigado, com 50 anos de idade, foi autuado em flagrante pelos crimes de apropriação indébita, posse ilegal de arma de fogo e retenção de cartão ou documento de idoso, este último, conforme o Estatuto do Idoso, e foi entregue a disposição do comando da Polícia Militar da Bahia. (Amargosa News)

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo