Notícias

Por que os cães inclinam a cabeça? Este estudo oferece pistas

Nossos amigos caninos fazem um monte de coisas adoráveis – e inclinar a cabeça para o lado enquanto olham para nós com certeza é uma delas. O comportamento parece indicar que o animal está confuso, mas ainda não se sabe ao certo por que eles fazem isso.

Agora, um estudo sugeriu que esse pode ser, na verdade, um sinal de atenção. Os pesquisadores levantaram essa hipótese por acaso durante o Genius Dog Challenge (“desafio do cachorro gênio”, em inglês), que consiste em uma série de experimentos transmitidos ao vivo nas redes sociais e reúne cães espertos e treinados do mundo inteiro.

Antes de falar sobre o estudo em si, vale entender um pouco sobre o comportamento canino. É comum que cachorros identifiquem com facilidade ações como “sentar” e “passear”, mas palavras relacionadas a objetos, por exemplo, demandam mais esforço por parte deles.

Contudo, alguns acabam se revelando craques nessa tarefa. Cachorros do Genius Dog Challenge, por exemplo, são capazes de reconhecer de 30 a 100 nomes de brinquedos.

Ao longo de meses de experimentos que verificavam a habilidade em memorizar palavras, os pesquisadores perceberam que os cães talentosos do Genius Challenge inclinavam a cabeça em 43% das vezes em que eram solicitados a pegar um brinquedo. Cachorros com habilidade comum, por outro lado, inclinavam a cabeça em só 2% das vezes.

Você pode observar uma situação exemplo no vídeo do estudo abaixo:

Preferências caninas

Durante a pesquisa, os cientistas identificaram que os cães possuem um lado favorito para inclinar a cabeça, que se mostrava consistente ao longo dos meses de gravações e não dependia da posição do cachorro em relação ao seu dono.

Assim como os humanos têm preferência pela mão esquerda ou direita, vários animais também apresentam assimetria na forma como se movem ou percebem o ambiente ao seu redor. Isso acontece por conta de um fenômeno chamado lateralização, que provavelmente é um subproduto da divisão de tarefas entre os dois hemisférios do cérebro.

Entre os cachorros, essa assimetria aparece em comportamentos como abanar o rabo ou estender a pata para agarrar alguma coisa. Segundo Andrea Sommese, cientista principal do estudo, “inclinar a cabeça é mais um movimento assimétrico em cães, mas que nunca havia sido estudado”.

Sempre alerta

Todos os 40 cães do estudo estavam familiarizados com as palavras ditas pelos seus donos, mas só os mais talentosos eram capazes de atribuir corretamente um significado a cada uma e buscar o brinquedo correspondente em um local separado. E eles podiam acertar sem, necessariamente, inclinar a cabeça.

Segundo os pesquisadores, isso significa que a inclinação não é só um sinal de familiaridade com sons específicos, mas de atenção e concentração – e pode estar relacionada ao processamento mental dos dos cães.

“Parece que existe uma relação entre o sucesso em pegar um brinquedo e inclinações frequentes da cabeça ao ouvir seu nome. Por isso, sugerimos uma associação entre inclinação da cabeça e processamento de estímulos relevantes e significativos”, afirma Shany Dror, coautora do estudo.

Mas vale dizer que essas são observações preliminares: são necessários mais estudos para entender o que realmente significa a inclinação da cabeça (e se ela pode prever aptidão para aprender palavras, atenção ou memória).

Os próprios pesquisadores alertam para o fato de que investigaram as inclinações durante “uma interação comunicativa muito específica” entre os cães e seus donos – então, aspectos de outras situações escapam dessas hipóteses. Mas o estudo é considerado um primeiro passo no entendimento desse comportamento.

Por Luisa Costa / Superinteressante

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo